Primeiro dia da XIV Semana de Arquitetura e Urbanismo. 

Em 08 de setembro de 2021, demos início a mais uma Semana da Arquitetura e Urbanismo, agora em sua 14 edição, sendo a primeira vez em modo remoto e online. A Semana teve seu começo de maneira formal como todas as outras, através da Cerimônia de Abertura em que estiveram presentes representantes de diversas entidades que consagram o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesp de Presidente Prudente.

Entre os presentes estavam: o Chefe de Departamento de Planejamento da Unesp Presidente Prudente, Cesar Fabiano Fioritti; o Coordenador do Curso de Arquitetura e Urbanismo, Hélio Hirao; a Coordenadora da Semana de Arquitetura e Urbanismo, Cristina Maria Perissinotto Baron; o vice-presidente do CACAU (Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo), João Paulo Sarto Tenca; a conselheira do CAU representante do Conselho de Formação e Ensino, Arlete Maria Francisco; e a representante da FeNEA (Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo), Juliana Barreto. 

Durante a cerimônia cada representante fez uma breve apresentação e também reforçaram a importância da Semana de Arquitetura, mesmo que de maneira remota agora devido a Pandemia de COVID-19, em que houve a necessidade de nos reinventar de maneira online e manter viva a tradicional Semana da Arquitetura. 

Feita a cerimônia, demos início as mesas de debates com “mesa 01- Isso é arquitetura? Função social e ensino de arquitetura e urbanismo”, contando com as participações incríveis dos arquitetos e urbanistas Rogério Quintanilha e Tainá de Paula, os quais gostaríamos de agradecer mais uma vez pela presença. 

Rogério Quintanilha dá início ao debate da mesa através de um texto em que ele propõe 6 pontos que devem margear o ensino da arquitetura e do urbanismo, de maneira mais inclusiva as diferenças e mais humano para com o arquiteto, que durante sua formação também tem que se reinventar desde a prática de projeto até a utilização de bibliografias, as quais devem ser revisadas para uma discussão mais real e próxima das nossas realidades. Ao longo dos 6 pontos, o professor Rogério tece um pensamento que transforma e até subverte a visão padronizada em relação ao ensino de arquitetura e urbanismo contemporâneo. O texto produzido por Rogério Quintanilha ficará disponível aqui.

A seguir, a vereadora do Rio de Janeiro Tainá de Paula abre sua fala expondo o contexto atual da nossa arquitetura brasileira e como estamos distantes de uma atuação inclusiva das minorias e que mitiga problemas reais frente à sociedade. 

A arquiteta aponta problemas estruturais da formação do Brasil que se propagam e se perpetuam até hoje, com a desigualdade social que é visível principalmente no âmbito das cidades. Em desvio à arquitetura padrão, Tainá reforça o ofício de arquitetos com uma profissão de vanguarda, em que se é possível imaginar e propor novos contextos as cidades de maneira decolonial e que desvie de um padrão de construção civil mercantilista. 

Arte realizada pela participante da COMORG – Carolina Belondi

Durante a tarde tivemos as típicas oficinas da Semana da Arquitetura, uma maneira que muitos alunos encontram de transmitir seus conhecimentos. A programação de hoje contava com as oficinas “Aprovação e Regularização de Projetos em Prefeitura”, “Colagens e composições paisagísticas utilizando o PS”, “Aplicação de Teoria das Cores”, “Colagens da Infância”

O fim do primeiro dia da Semana foi encerrado com mais uma mesa de palestra, agora com os dois escritórios convidados, Nitsche Arquitetos e Azul e Pitanga. A mesa de debate foi rica uma vez que tivemos dois escritórios que projetam arquiteturas desviantes das relações hegemônicas da arquitetura, ao mesmo tempo que se encontram em contextos completamente diferentes dentro do cenário brasileiro. 

O atelier de arquitetura Azul e Pitanga é composto por André Moraes e Carolina Mapurunga, juntos eles focam em processos de projetar através da experimentação dos ambientes com um atravessamento as lógicas da bioconstrução e permacultura na região do nordeste brasileiro entre Juazeiro do Norte (CE) e Recife (PE). Em outro espectro de visão, Nitsche Arquitetos, que foi representado por Lua Nitsche, nos apresenta uma abordagem contemporânea na cidade com maior enfoque em projetos que misturam arte e arquitetura para transformar grandes metrópoles como São Paulo. 

Depois de um dia cheio de atividades e construção de conhecimento, gostaríamos de lembrar que as palestras ficam salvas no canal do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesp Presidente Prudente, onde a Semana tem sido transmitida ao vivo. A seguir ficam os vídeos das mesas pela ordem dos acontecimentos no dia.

Cerimônia de abertura

Mesa 01 – Isto é arquitetura? Função social e ensino de arquitetura e urbanismo. Com Tainá de Paula e Rogério Quintanilha.

Mesa 02 – Tendência ou desvio? Caminhos e processos possíveis. Com Nitsche Arquitetos e o atelier Azul e Pitanga.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s